Páginas

24 de outubro de 2008

Guia de Mergulho


Mareei, confesso. A equipe da Univali, liderada pelo Ewerton Wegner deu um duro danado para pôr este livro em cena. Tem pesquisa muito bem feita, com um roteiro de apresentação aprovado por mergulhadores profissionais. Mas a história tem seus imprevistos, veja só. Adoro mergulhar, e quando me convidaram para este projeto, nem pestanejei, queria participar de todas as saídas e lá fui eu, Dramine na mochila, equipamento e tudo. Na primeira noite de balanço, tudo bem, aguentei firme, mas no dia seguinte, após bater algumas chapas e cair na água, entrei no barco e quem disse que conseguia ficar de pé? Acontece que estávamos próximos da Ilha Moleques do Norte e começou a bater um vento sul e trazer uma tempestade e isso poderia inviabilizar minha saída de bordo. Apavorei! Mais um dia naquele estado e me atiraria aos tubarões... Arriscando a expedição, um bote me levou para a praia dos Ingleses e eles arrumaram um porto seguro por perto e não continuaram ao sul, como planejado. Foi a sorte de todos, porque a tempestade bateu com tudo e poderia acabar mal se pegasse o barco em mar aberto.

Nenhum comentário: