Páginas

2 de novembro de 2008

São José da Terra Firme


Este é o segundo livro de uma trilogia que o Gilberto Gerlach prepara há 40 anos. O primeiro a ser lançado deveria ser o Desterro, mas não foi. A Prefeitura de São José bancou a edição do livro sobre a sua cidade.
Já estou com o Desterro prontinho em meu computador há pelo menos dois anos, pois desde 2004 trabalhamos nele, aqui, na Reserva Rio das Furnas. É uma obra riquíssima e de leitura extremamente agradável. Como o São José, repleto de iconografia inédita e relatos de viajantes desde o século XVIII até o derradeiro 1894, quando a Nossa Senhora do Desterro mudou de nome, em homenagem a um tirano que a história há de condenar ao esquecimento. O Gilberto adicinou, de lambuja, crônicas, notícias e anúncios de jornais da época, que criam um fabuloso mosaico das cenas do povo ilhéu e continental, longe de ser cartesiano, como o próprio Gerlach enfatiza, são obras para deleite. Modesto.
Muitas viagens aos quatro cantos do planeta fazem com que os livros sejam constantemente modificados, pois sempre há uma crônica indispensável, uma foto descoberta, uma ilustração imprescindível e toca aumentar o número de páginas, rever capítulos, revisar os espaços, enfim. Deixar de fora, nem pensar!
Certa vez, o Prof. Sílvio Coelho bem disse: se você não põe um ponto final à pesquisa, e fica a buscar pela perfeição nos detalhes, consome-se uma vida e o livro não sai. Este Desterro já poderia ter sido editado, caso houvesse interesse do poder público por este tipo de obra. Enquanto não sai, o Gilberto viaja e aparece com boas novidades, fazer o quê? Já estamos em 636 páginas em dois maravilhosos tomos.
O terceiro livro é o Ilha de Santa Catarina, que parte onde o Desterro termina, em 1894 e vai até os anos trinta, quarenta, com a fotografia ganhando espaços e o mise-en-cene perdendo de vez a graça. Já são dois tomos e quase seissentas páginas.
Atenção editores, empresários e administradores públicos visionários, é chegada a hora!

2 comentários:

Elaine disse...

E aí? Posso espalhar a notícia? O blog está no ar? Não vamos espera tanto tempo quanto o livro para publicar, não é? Afinal, não dependemos de poder público, mas do poder da amizade, da rede, dos amantes da beleza e do respeito a tudo que é esta "gloriosa natureza"
bjs, blogueiros
Elã

Renato Rizzaro disse...

Atualizando: o Desterro já foi lançado e agora está em fase de lançamento o terceiro: "Ilha de Santa Catarina", em breve. O São José está prestes a ser reeditado.
Abraços!